| De onde vem a Barriga da Cerveja |

Um estudo, lá em 2009, afirmou que a famosa “barriguinha de cerveja” era na verdade um mito. Mas não demorou muito para que lembrassem que a pesquisa fora encomendada por fabricantes da bebida, afirmando alguns que isso tornava os resultados pouco confiáveis!
Mas, de lá para cá, várias vezes o tema volta como tema nos estudos!

de onde vem a barriga da cerveja?!!

De acordo com aquele primeiro estudo, além de não engordar, já que a cerveja contém menos calorias que o vinho, por exemplo, poderia trazer benefícios à saúde como prover vitaminas e prevenir doenças do coração, osteoporose e diabetes. Estes dados foram publicados no site do Daily Mail e estão relacionados ao estudo chamado Beer & Calories; A Scientific Review, patrocinado realmente por uma empresa de bebidas.

Acontece, que na sequencia, a professora de nutrição da Universidade de Nova York, Marion Nestle, apressou-se em explicar que a análise das calorias não estava correta. Segundo ela, “excesso de álcool aumenta o risco de doenças no fígado e a cerveja pode ocasionar isso tanto quanto qualquer outra bebida. Mas a maior parte das ‘barrigas de cerveja’ resultam do excesso de caloria de modo geral, inclusive pelo consumo de cerveja”

Já o resultado de um estudo investigando os hábitos de cerca de 22 mil cervejeiros por oito anos e medindo a circunferência de suas barrigas, realizado por pesquisadores do Instituto de Nutrição Humana Potsdam Rehbrucke e da Universidade de Ciências Aplicadas Fulda na Alemanha, em parceria com a Universidade de Gotemburgo, na Suécia, demonstrou que bebedores habituais de duas latinhas por dia ganham peso, sim, mas não obrigatoriamente em cima da cintura.
O que ficou comprovado é que o acúmulo de gordura nessa região do corpo é mais ligada a fatores genéticos do que a bebida. Durante o período observado, tanto bebedores de cerveja como os que não consumiam a bebida, ganharam massa gordurosa em cima da cintura em proporções iguais. Já as mulheres que gostavam da bebida tiveram um crescimento mais acentuado nos quadris.
Enfim, o que se pode concluir com esse estudo é que cerveja não causa barriga.
 
Então, porque o mito ganha tanta força!
Isso é fácil de responder.
 
O segredo está na quantidade consumida. Como em tudo relacionado a alimentação, exageros são problemas na certa!
A cerveja, como bom estimulante de apetite que é, ainda contribui para o consumo de petiscos como amendoins, batata frita, e outros alimentos gordurosos e com alto teor de calorias.
No final,  faça a conta.  Nem tudo é culpa da bebida fermentada.

E se você deseja mudar seus hábitos alimentares mas ainda encontra dificuldade para manter suas metas, entre em contato e venha programar sua mente para atingir seus objetivos!  

assinatura

programando a mente para ser feliz
contato@vivigibertoni.com

Deixe sua opinião e comentário aqui!

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.