|A escolha do oráculo|

É comum encontrar pessoas que acreditam ser o taro uma ferramenta capaz de prever acontecimentos futuros. Porém, manter uma leitura restrita a um jogo de adivinhação parece ser limitante a essas cartas que impregnadas de conhecimentos esotéricos oferecem entendimento filosófico e psicológico denso.
Sem diminuir os mistérios que envolvem uma consulta ao tarô, sua evolução através dos séculos e as diferentes referências de cada baralho, é possível perceber a profundidade que suas interpretações avançam ao longo da história.

2016-10-18-a-escolha-do-oraculo

Com a evolução na representação das cartas por magos e ordens esotéricas, é impossível aceitar que sua leitura seja fatalista.
Tudo que está deitado sobre a mesa não precisa acontecer da maneira como se apresenta. O livre arbítrio nos torna dono de novos percursos, e reconhecer aflições e questionamentos limitantes abrem portas para novas escolhas.
Portanto, o jogo pode ser definido como libertador à medida que apresenta possibilidades para que cada um tenha em mente os caminhos que deseja seguir.

E cada oráculo tem sua característica própria, com estruturas e referências particulares.
Seja através do Tarô ou dos Baralhos com temática Cigana, o que se pretende em uma leitura terapêutica é o desvendar do lado psicológico e a maneira como o consulente conduz sua vida, enfrenta seus problemas e desarma suas crenças.

Existe a ideia falsa de que um ou outro baralho pode estar mais apto a conectar-se com as pessoas. Não creio nisso.
O que acredito realmente é que, as imagens sugeridas nas lâminas podem deixar o consulente mais ou menos a vontade, oferecendo uma sensação de segurança e proximidade com o jogo que facilita a leitura. Por isso, não há como eleger qual o melhor baralho.

É preciso entender primeiramente a fundamental diferença entre eles: os baralhos apresentam temáticas em suas representações como os Ciganos, que variam em número de lâminas. Já o é um conjunto de 78 lâminas, divididas entre 22 Arcanos Maiores e 56 Arcanos Menores.

E por falar em arcanos, você sabe o significado dessa palavra?
Ela quer dizer segredo oculto, até aqueles guardados a sete chaves.
E mesmo que sua origem permaneça desconhecida, possui enorme capacidade de promover o autoconhecimento, iluminando os pensamentos que passeiam pelo inconsciente dos consulentes.

Em geral, os baralhos ciganos são conhecidos por sua interpretação direta e pouco abrangente. Mas isso só é verdade para quem não pretende ir fundo na interpretação filosófica. De fato, suas combinações são surpreendentes, abrindo possibilidades inimagináveis às inquietações apresentadas.

Principalmente o Petit Lenormand,elaborado por Mademoiselle Marie-Anne-Adelaïde LeNormand, com menor número de cartas (36 ao todo) que se popularizou por retratar a realidade, com imagens simples e compreendidas imediatamente respondendo tanto às questões subjetivas como práticas e cotidianas.

Já o tarô, cuja origem é discutida até hoje, se popularizou no universo ocultista graças ao cartomante, astrólogo e tarólogo francês Jean Baptiste Alliette, autor do baralho “Petit Etteilla”, com cartas numeradas e com inscrição de seus significados. Sua influência atinge os baralhos de cartomancia dos séculos XVIII e XIX que, avançam unindo elementos da astrologia, mitologia, cabala e numerologia.
A iconografia de suas cartas traz aparentemente lentidão por sua complexidade, mas encontram caminhos na psicologia analítica de Carl Jung ao acessar o inconsciente coletivo, uma camada energética que avança além da mente individual. Ali, estão armazenadas todas as informações necessárias para uma boa leitura: sentimentos individuais, experiências passadas, desejos ocultos, planos e ações futuras.

Entre tantos elementos continua o tarô e o baralho com a sua função de permitir-nos enxergar e entender a vida, apresentando perspectivas amplas de ação.  Vale sempre ressaltar que suas diferenças estruturais e iconográficas, não interferem no alcance e na eficácia prática oracular ficando a precisão e profundidade da leitura determinado pelo nível de conhecimento, domínio da metodologia e grau de sensibilidade do manipulador dos arcanos.

Mesmo havendo variações não são significativas  a ponto de modificar o resultado da consulta. Agende a sua e confira!

assinatura

programando a mente para ser feliz
contato@vivigibertoni.com

 

Deixe sua opinião e comentário aqui!

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.