| Entendendo a endometriose|

Vamos falar hoje sobre Endometriose.
No Brasil, estima-se que a endometriose está presente em 10% da população feminina em idade reprodutiva. Esses dados da Associação Brasileira de Endometriose apontam ainda que 4,5 a 33,3% das mulheres submetidas a tratamento de esterilidade apresentam endometriose; 4,5 a 21,2% apresentam o problema associado à dor pélvica e 0 a 7,1% das portadoras de tumoração pélvica também são portadoras da endometriose .

11-17 - endometriose

Essa doença, que pode acompanhar as mulheres desde a sua primeira menstruação, geralmente é diagnosticada por volta dos 30 anos. Em média, 44% dos casos necessitam de cinco anos ou mais para que a doença seja diagnosticada.

A endometriose provoca alterações no ciclo menstrual, por isto, a relação entre a endometriose e a infertilidade feminina pode manifestar-se em alguns casos. Pacientes em estágio avançado da doença e obstrução na tuba uterina que impeça o óvulo de chegar ao espermatozóide têm um fator anatômico que justifica a infertilidade. Além disso, algumas questões hormonais e imunológicas podem ser a causa para que algumas mulheres com quadros mais leves de endometriose não conseguirem engravidar.

Joji Ueno é ginecologista-obstetra. Dirige a Clínica Gera e o Instituto de Ensino e Pesquisa em Medicina Reprodutiva de São Paulo. É Doutor em Medicina pela Faculdade de Medicina da USP. É também o responsável pelo Setor de Histeroscopia Ambulatorial do Hospital Sírio Libanês e fellow do The Jones Institute for Reproductive Medicine da Eastern Virginia Medical School, nos Estados Unidos. 

Por acreditar que a medicina é enriquecida quando novas pesquisas científicas são conduzidas, dedica-se também ao estudo e aprofundamento científico. Com intensa participação em congressos no Brasil e no exterior, seu trabalho é pautado pelo emprego dos mais modernos procedimentos no tratamento da infertilidade.

 no_ar

http://player.mais.uol.com.br/embed_audio_280.swf?mediaId=7787839

 

Deixe sua opinião e comentário aqui!

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.